Viaje por Dois – 1 ano

Hoje, 23 de junho, completamos 1 ano “no ar”! E deixamos aqui nosso muito obrigado a todos os nossos leitores:

“Quando ainda pensava em criar o blog, comentei com algumas pessoas sobre a ideia. Da maioria, ouvi um ‘que legal’, mas houve quem dissesse ‘blog de viagem dá muito trabalho, é difícil manter!’  Mas, enfim, o Nathan topou dividir a escrita e cá estamos celebrando o primeiro ano do blog. Quero agradecer a todos os amigos, seguidores, leitores assíduos ou eventuais, conhecidos ou não! É para vocês que escrevo! 
Agradecimentos especiais ao meu amigo, parceiro e quase irmão Nathan Malinverni (bello, só você poderia escrever sobre o Leste aqui!), e ao André Castro, amigo e colaborador lá de Londres.  
E vida longa ao Viaje por Dois!”   – Monika Tognollo

“Caros amigos viajantes e seguidores do blog, muito obrigado pelo apoio recebido durante esse primeiro ano. Graças ao blog e aos vossos comentários e dúvidas, pude analisar meus mochilões sob uma nova perspectiva e, desde que ele foi criado, meus mochilões também mudaram um pouco, já que agora procuro estar atento a cada detalhe, para que vocês obtenham mais informações quando forem trilhar os mesmos caminhos que já trilhei. Agradeço também à minha carissíssima colega, colaboradora, amiga, parceira e etc, Monika Tognollo, sem a qual esse blog se chamaria “Viaje por Um” e não teria tanta graça e tanta diversidade. Parabéns para nós, bella!!!” – Nathan Malinverni

Foram mais de 21.000 acessos ao longo desse primeiro ano, um número expressivo se considerarmos que o blog não tem patrocínio e ainda não faz parte de associações de blogs de viagem. Contamos com os amigos que recomendam nossos artigos e com o bom retorno das pesquisas em sites de busca: é deles que vem 90% dos acessos ao blog.

Quase 75% dos acessos é de leitores do Brasil, seguido por Portugal (9,3%), Alemanha (2,3%), Estados Unidos (1,8%) e França (1,2%).

E para encerrar este post comemorativo, o Top 10 dos artigos:

  1.   Ruínas de Pompeia, Itália

  2.   Como viajo – Dicas de um viajante independente

  3.   Schloss Neuschwanstein – O castelo que inspirou Walt Disney

  4.   Nürburgring Nordschleife – O Inferno Verde

  5.   Como viajo – Dicas de um viajante independente (II)

  6.   Albânia – Tirana – Primeiras Impressões

  7.   Cabo da Roca, onde a terra se acaba e o mar começa

  8.   Romênia – Bucareste – A Chegada e as Primeiras Impressões

  9.   E então, vamos pra onde? Como organizar um roteiro

  10.   A bela Heidelberg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s