Grécia – Atenas – A região de Monastiraki

Καλησπέρα, caros amigos e viajantes!

Gostaram dos últimos posts sobre a única Atenas? Para relembrar, estou dividindo a cidade de acordo com as estações de metrô. A primeira foi a Acrópole e a segunda, Sintagma. Agora chegou a hora de Monastiraki.

A estação de Monastiraki forma um triângulo com as estações Acrópole e Sintagma e, no meio dessa região se encontra Plaka, um bairro cheio de ótimos restaurantes e bares. O difícil é escolher um no meio de tantos. Acabei por escolher um que tinha música ao vivo onde o atendimento foi incrível, a comida ótima e a sobremesa, mais uma vez, de graça. Pena que não me lembro o nome dele. Caso lembre, postarei aqui.

DSC04925

DSC04941

Nessa região se encontram três igrejas. A primeira é a Panagia Gorgoepikoos, a maior igreja Ortodoxa que visitei em Athenas, mas que estava em reforma quando a visitei. Ao seu redor estão muitos restaurantes, bares e cafés, assim como lojas de souvenires.

DSC04741

DSC04746

Em uma dessas lojas eu encontrei raridades dos Jogos Olímpicos de 2004 e comprei uma bandeira do Movimento Olímpico. A dona da loja era muito simpática e me disse como estava a cidade durante os jogos. Segundo ela, a cidade estava em festa constante. Turistas de todo o mundo lotavam as ruas e a atmosfera era inexplicável.

Todavia, depois dos jogos e da partida dos visitantes, foi difícil enfrentar de novo a realidade e a monotonia. Muitos souvenires daquela época encalharam, como pins e mascotes. Foi nítida a diferença entre o seu olhar, de quando ela narrava a época dos Jogos, para quando ela narrava a época imediatamente posterior.

A outra igreja que fica na mesma rua é minúscula, e está embaixo de um prédio. Vendo-a, tem-se noção de que a cidade cresceu mesmo ao redor de monumentos e templos tão antigos. Outra igreja na região, muito menor do que a primeira, e bem no centro de uma praça onde jovens se reúnem e se encontram, é a Panaghia Kapnikarea.

DSC04735

DSC04940

Perto de lá se encontra a Biblioteca de Adriano. Vale a pena visitar porque a entrada já está inclusa no ingresso da Acrópole, mas o sítio arqueológico em si é pouco interessante. Sobraram pouquíssimas construções e a preservação do que restou é precária.

DSC04634

DSC04635

Mais interessante é a Ágora Romana, um pouco maior do que a Biblioteca e com construções mais preservadas. Lá se pode conhecer a Torre dos Ventos, construída no primeiro século a.C. pelo astrônomo sírio Andronicus.

DSC04930

DSC04937

Por fim, o lugar mais interessante a ser visitado nessa região é, sem dúvida, a Ágora Antiga. A região englobada por ela é bem grande e vários são os monumentos, restaurados ou preservados, dentro dela. Destaque para o impressionante e muito bem preservado Templo de Hefesto, na parte mais alta.

20121208_143714

20121208_143558

Na parte mais baixa existe uma série de monumentos e templos, mas os destaques são a Igreja dos Santos Apóstolos e a Stoa de Átalo. Na Stoa, completamente restaurada na década de ’50, foi firmado o acordo de adesão de dez países (Chipre, Malta, Estônia, Letônia, Lituânia, Polônia, República Tcheca, Eslováquia, Hungria e Eslovênia) à União Européia, em 2003.

DSC04648

DSC04650

DSC04641

DSC04645

Espero que tenham gostado dessa outra etapa da visita a Atenas e, em breve escreverei o último post sobre essa incrível cidade.

Até mais!

Anúncios

3 pensamentos sobre “Grécia – Atenas – A região de Monastiraki

  1. Pingback: Athenas – Parte final – Omonia e Evangelismos | Viaje por Dois

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s